sábado, 28 de março de 2015

Praias e piscinas (Pe.Ricardo Félix Olmedo)



Autor: Padre Ricardo Félix Olmedo


O banho ao ar livre em praias e piscinas é higiênico e saudável, pode ser uma honesta forma de recreação; em si mesmo não é mau e, portanto, lícito. Contudo, com a desculpa de ser por motivos de higiene, saúde ou descanso, são cometidos, hoje, gravíssimos escândalos.

Não se trata de coibir uma natural, lícita e saudável expansão, nem o uso dos bens que Deus outorgou ao homem para sua conveniente higiene e para a recreação do corpo e do espírito; mas de forma alguma é permitido, e é pecado grave, que, aproveitando-se dessas ocasiões, os costumes honestos sejam abandonados, consinta-se no desenfreio dos vícios, dê-se lugar ao nudismo sem pudor e se pervertam as almas pelo escândalo...

quarta-feira, 25 de março de 2015

DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS


Por Rev. Pe. Josemaría Mestre Roc, FSSPX

O Ofício próprio do demónio é tentar, segundo Santo Tomás (Iº, II, 4, 2); por isso, já vimo como combatê-lo, ao estudar a luta contra as tentações. Só nos resta por ver algumas normas de discrição de espíritos, para saber quando é o demônio o que move nossa alma, e quando é Deus, e quando é nossa própria natureza, a fim de poder atuar em consequência, aceitando as boas moções e rechaçando as más.

Receba nossas atualizações no seu email: