quarta-feira, 3 de junho de 2015

Qual Código Canônico Voga?


A pergunta surge, e juntamente a ela um ar inquisitorial: por quê Dom Fellay usa o código canônico de 1988? Ele está de acordo com Roma?

A resposta, é sucinta, e deixaremos que a dê Dom Marcel Lefebvre, ao falar sobre a supressão da Missa Tridentina e a substituição pela Missa Nova:

"A concepção desta reforma, a maneira em que foi publicada com um série de edições modificadas, a maneira com que foi feita obrigatória, às vezes de modo tirânico, como por exemplo em Itália, a modificação da definição da Missa no art. 7 sem nenhuma consequência no rito mesmo, constituem fatos sem precedentes na história da Tradição da Igreja Romana, que há procedido sempre cum consilio et sapientia (com reflexão e sabedoria). Elas autorizam a pôr em dúvida sua validez e a agir segundo o Cânon 23 [do Código de 1917]: "Em caso de dúvida (sobre a validade de uma lei), não se presuma a revogação da lei precedente, senão que as leis posteriores se haverão de cotejar com as anteriores e, tanto quanto seja possível, hão de conciliar-se com elas."

(Dom Marcel Lefevbre, Declaração de 13 de maio de 1971, "La Misa Nueva", ICTION, Buenos Aires, 1983)



Receba nossas atualizações no seu email: