segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Renovação da filiação que firmei com meu Santo Patrono.

(Sinal da Cruz)

Salve Maria, filha de Deus Pai. (Ave-Maria, cheia de graças...)
Salve Maria, Mãe de Deus Filho (Ave-Maria, cheia de graças...)
Salve Maria, esposa do Espirito Santo. (Ave-Maria, cheia de graças...)

Vinde Espírito Santo enchei os corações de vossos fiéis e ascendei neles o fogo do Vosso espirito; 
Enviai Senhor o Vosso Santo Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.
Oremos:
Ó DEUS que instruístes os corações de Vossos fiéis com a Luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de sua consolação. Isso Vos pedimos ó Pai em Nome de Jesus Cristo Vosso Filho nosso Senhor na unidade do Espírito Santo. Amém.

(Pai nosso que estais nos céus...)

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Dom Fellay: “Damos graças a Deus por havermos sido preservados de qualquer gênero de acordo no ano passado”.

Traduzido do original francês por Carlos Wolkartt
Durante o congresso da Angelus Press, realizado nos dias 11 e 12 de outubro de 2013, Mons. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade São Pio X, deu uma conferência e um sermão dominical. Nesta ocasião, falou da situação da Igreja e do Papa Francisco. No portal Catholic Family News, John Vennari fez um resumo destas interversões sob o seguinte título: “Mons. Fellay fala do Papa Francisco: «Temos diante de nós um verdadeiro modernista!»”. Apresentamos a seguir a tradução em português desta síntese da conferência de 12 de outubro, cuja gravação integral está disponível em inglês no site DICI.
Mgr-FellayMons. Bernard Fellay alertou, em 12 de outubro: “A situação da Igreja é uma verdadeira catástrofe, e o atual Papa faz que seu estado seja dez mil vezes pior”. Declarou isto em uma alocução durante o Congresso da Angelus Press, que aconteceu nos dias 11 e 12 de outubro passado, em Kansas City.
Mons. Fellay, Superior Geral da Fraternidade São Pio X, deu uma longa conferência sábado à tarde, dedicada ao Terceiro Segredo de Fátima e à profecia que parece encontrar-se nele, relativa a um castigo material e uma grande crise na Igreja.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

A titulo de esclarecimento: Resistir somente ao que de fato existe!

Eu Giovanna Maria de Melo Machado, residente de Recife-PE, rompi com essa dita ''resistência'' a algumas semanas atrás e pretendo esclarecer algumas coisas aqui:

- Giovanna Você foi covarde!
R: Não, eu não fui, não sou e nunca serei tão covarde quanto os que estão nesta resistência, enganando, corrompendo e agindo de má fé com pessoas de coração reto e intenções ortodoxas.

Nosso singelo agradecimento ao nosso bom patrono!

Paz e Bem!

Fica aqui abaixo registrada a nossa gratidão a este santo homem que deu a vida pela igreja e por seus filhos:

Agradecemos por todo o zelo empenhado no trabalho de defender a santa doutrina Católica.
Agradecemos pelo Zelo e ternura Paternal que tivestes por nós.
Agradecemos por ter lutado, sofrido e dado vosso suor e sangue no combate as heresias modernistas.
Mas acima de tudo, agradecemos por ter lutado o bastante para que fosse possível a nós, Jovens, crianças e adultos dos tempos atuais, conhecer a sagrada liturgia tridentina e a doutrina incorruptível da Santa Igreja de Cristo!

Obrigado por tudo, PAI!!!


quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Sair da Igreja?!

(Aqui abaixo segue um texto de nosso santo Co-patrono Dom Marcel Lefebvre, encontra-se em negrito, a importância grandiosa de não se tentar misturar o azeite puro com o óleo impuro. O dever de todo e qualquer tradicionalista de jamais buscar meios modernistas para se colocar no front.)



Evidentemente, poderão objetar-nos: “Deve-se, obrigatoriamente, sair da Igreja visível para não perder sua alma, sair da sociedade dos fiéis unidos ao Papa?”

Não somos nós, mas os modernistas que saíram da Igreja. Quanto a dizer "sair da Igreja VISÍVEL" é equivocar-se assemelhando Igreja oficial e Igreja visível.


Declaração de 1974 - Ecône - Dom Marcel Lefebvre fala sobre a nossa missão e conduta!



Nós aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias para a manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade.

Receba nossas atualizações no seu email: